segunda-feira, 24 de março de 2008

Me responde uma coisa...

Como você conseguiu, hein?

É, porque eu acho incrível essa coisa aí que você fez comigo.
E não venha me dizer que não sabe, pois todos sabem.
Sim, todos. É perceptível.

"E até quem me vê lendo jornal na fila do pão, sabe que eu te encontrei." - Eu poderia ter escrito esse trecho da música. Culpa sua. É sim, todinha sua!

Me diz: Por que mudar tudo desse jeito? E me fazer sorrir a todo instante?
Mostrar que tudo pode ser bom, é só melhorar o ponto de vista? E ainda assim nunca me tirar da realidade.
Você me transformou numa contradição ambulante.
Hahaha. Ninguém nunca me mudou; Eu mudava as pessoas.
Daí você chega, cheio de paciência e fofura, me encanta e *puft* transforma tudo.

E me faz pensar em nome de filho, numa casa com quintal grande pras crianças e pro cachorro, nas bodas de prata, de ouro, de diamante e do que quer que seja. E eu só tenho 18 anos! Isso deveria ser um absurdo.
Ai, como é que você fez isso?

Lembra como eu era? Chata, sem paciência, totalmente fora de tudo o que eu achasse que tivesse um tom meio "nhé nhé nhé"?
Então, daí que agora eu já acordo com sorriso no rosto. E isso sim é algo incrível.

Eu, uma frustrada sem causa. Agora fico aí, olhando pro céu e pensando em você. Pensando num monte de coisas com as quais eu nunca me importei, que eu acreditava ser besteira. Achando tudo ótimo, mesmo que não seja perfeito. Dividindo minha vida.

E eu gosto de estar com você, de beijar você, de apertar você, de brigar com você, de fazer as pazes com você.
De te ver, ficar deitada na sua cama, conversar sobre milhares de coisas e sobre nós, apertar seu bumbum, mexer no seu cabelo, escutar os acontecimentos da sua vida, de te ver sorrindo, de pedir pra você fazer pipoca, de te deixar com raiva, te fazer sentir ciúme, de sentir uma penca de borboletas desvairadas no meu estômago, de deitar sua cabeça no meu peito e te cobrir de carinho, aprender coisas úteis e inúteis com você, de te ouvir falar sobre sua profissão e fingir que entendo tudo, de abraçar você... ai meu Deus... abraçar você...

Sabe de uma coisa? Eu te amo.

24 comentários:

Marcelo Martins disse...

Eis um casal de sorte.
Viva isso, moça. Mas viva mesmo intensamente.
Histórias de amor assim costumam dar em casamento.
Mas não esqueça de me convidar,ok?
Adoro bolos cobertos com chantilly.

Beijocas.

Ana Laura disse...

Ai, me deu uma invejinha... (branca tá)

Eu acho tão lindo quando as pessoas se completam, quando podem sentir que mudaram para melhor pelo simples fato de outro alguém existir...

Ainda ando naquela de "amores errados e destinos distintos"...
E ainda sou chata e intolerante...

Ai ai, mas não vim aqui falar de mim. Um dia "Deus vai prosperar na minha vida" e o George Clooney vai me telefonar. hahahaha


Muito obrigada pelos seus comentários, sempre categóricos! Eu adoro o modo com que você simplifica toda a minha confusão. Simplificou tudo em dois parágrafos!

Adorando... beijo =)

raquel disse...

Algumas vezes a minha vida parece de filme all the time.

Sabe que, lendo o post, eu reparei que hoje eu estou meio, meio, meio… Sei lá! É bonitinho e tudo mais. Hiper bonitinho, aliás. Caramba, quase arrebentei meu braço agora pouco na porta. Preciso pensar. Perdi o fio da meada. Hm.

Eu ia dizer que tenho aversão a casamentos e parece que é isso que vai dar. Dia desses, conversando com meu um amigo, chegamos a conclusão de que casar é feio e que é mais bonitinho namorar até os 80. Só que eu não sei exatamente classificar as coisas bonitinhas. Então deixa pra lá. Case-se! (haha)

Pois é, pequena. O amor muda o mundo! E acho que muda as pessoas. Porque agora te imagino "há… anos atrás" um ser super ruim de coraçãozinho. Mas agora, oras pois, virou uma Madre Teresa de Calcutá! Que incrivel! Incrível! Parabéns!

Eu já mudei por causa de paixonites. Já mudei até que bastante. E não sei se você já reparou, mas eu nunca falo diretamente delas. Pois é, eu nunca falo delas, porque eu já te disse que eu tenho um super problema em falar dos meus sentimentos. Pior ainda ao falar dos meus sentimentos antigos em relação a pessoas antigas para pessoas que, atualmente, estão na minha vida. Então. Sobre o que eu ia falar mesmo? Ah, sim! Mas é muito amor! Jesus Christ!

Se não estou enganada o rapaz sofreu horrores para conquistá-la! E super conseguiu! Parabéns, meu rapaz! Parabéns!
Qual que é a profissão dele mesmo? Deve ser essas coisas complicadíssimas. Ai, é o efeito do café, estou falando muito!

Beijo, beijo! Mordida! Nhac!

Narradora disse...

Adoro o encantamento, o sorriso bobo, as borboletas no estômago e todo o resto.
Que se conserve...
Gostei do blog e do texto.
Bj

Liz / Falando de tudo! disse...

Bem você resumiu todo esse seu sentimento, em duas frases dentro deste seu apaixonada texto:
"Dividindo minha vida" e
"Eu te amo"
Foi muito bom passar por aqui hoje! Belo post. Vim mesmo foi pra te agradecer pela visita no meu cantinho e dizer que coloquei novas fotos no meu blog de fotos:
www.falandodefotos.blogspot.com
Tenha uma otima semana, um abraço!
Liz

raquel disse...

Releia todo o comentário que você lembra. Se você não mudar de opinião toda a hora você lembra.

Geminiana Doce disse...

Nathy...Vc está apaixonada....Uma delicía né??
Cute ao máximo esse momento...O grande amor da minha vida,o maior de todos eu vívi quando tinha exatamente a sua idade!!!Respire e mergulhe!!!
Bjos e luz

Ana Laura disse...

Meu Deus!!! Você não existe!!!


Que TU-DO!

Faz o seguinte: tô indo agora pra faculdade e tenho apenas uma hora pra me arrumar e acredite, isso é quase uma missão impossível.

Se puder, por caridade, me manda por email: laraura_green@hotmail.com

Esse é meu msn, se quiser pode adicionar também.

Menina, muito obrigada!


Beeijo.

Ana Laura disse...

Simplesmente AMEI! Veja lá como ficou...
Não aguentei esperar a hora de voltar, tive que colocar já!


Compulsivas
compulsivas
compulsivas


Sempre que tiver compulsão por fazer coisas bonitas para blog, fique á vontade para idealizar meus layout's...

Blog designer oficial!


Muito obrigada!!!


Beeijo. (depois conversamos com calma no msn, já adicionei)

Thaís Velloso disse...

aah adorei o post, o final eh perfeito ! :)

Paulo R Diesel disse...

Que coisa linda o amor. Descrever assim como descrevestes, então, me emociona.
Belo artigo Nathália.
Bj.

Germano V. Xavier disse...

Olá!

Passei por aqui...
Gostei do blog!

Abraços pernambucanbaianos...

Germano
www.clubedecarteado.blogspot.com

raquel disse...

A primeira coisa que você disse quando me abordou foi sobre a minha invasão de um casamento. Te disse que a invasão foi divertida, mas que a cerimônia em si uma chatice só? Vestidos, gente que parecia da realeza, blábláblá, padre. Cafonérrimo.
Se eu for pra me casar, que seja em Las Vegas, ou em um terreiro aqui no Brasil mesmo, que tenha whisky e com lua de mel no Paraguai. Todo mundo vendo filme e tal. Nem sei se me caso. Já disse que acho mais bonitinho namorar até os 80.

Pois eu sou uma daquelas pessoas livres forever. Quase nada é pra sempre e por isso eu gosto de amar intensamente todo mundo que passa na minha vida por um instante. E eu gosto de pensar nas pessoas que marcaram a minha vida de alguma forma.

Eu até poderia falar dos meus outros relacionamentos, super valem a pena e tal, coisas lindas etc e tal. Mas não falo. Um dia eu falo.

Beijon! Nhac!

FINA FLOR disse...

adorei o nome do blog, rsrsrs* e pooooxa, que coisa mais fofa essa declaração toda.

a pessoa deve ter se derretido, não?

beijos e boa semana,

MM.

ps: te vi na caixinha de comentários de amigos em comum e resolvi dar um oi

Jaque disse...

Que fofura esse post!
Acho que sentir isso é bem melhor que comer chocolate. usahuhasuhu

Um bjo!

Lorita disse...

Bem-vinda ao mundo dos raros, chamado AMOR!

Deus coserve esse sentimento em vcs!

Bjm ,)

Mariana disse...

Que gostoso de ler seu blog, me remete à um passado não muiito distante...

Preserve isso, cuide e aproveiiiite garota!!

Seja feliz, muito feliz.

Parabéns!

T@rci disse...

Meu Deus, o amor está no ar, rsrs ainda bem, é bom saber que no mundo ainda existe amor de verdade.
Segundo Blog que leio um texto tão apaixonado. Que vontade de amar alguem que me ame de verdade tbm!
Beijos querida, e toda sorte do mundo pra vocês!

E lembre-se: cuide bem do seu amor ... seja quem for!

Ciça. disse...

Que tempo que eu não sinto nada disso. [vontade]



:*

Thaís Velloso disse...

aaah muito obrigada pelo
comentário! :D
volte sempre.

texto perfeito, adorei!

Aline disse...

Ai Meu Deus. Amor. Amor.
cara sempre aprece que essas coias só.
todo mundo descreve ele do jeito que tu descreveu. deve ser dessa forma mesmo.
nunca aconteceu comigo dessa maneira.
mas então é bonito e bobo. acho legal o jeito como as pessoas ficam.

beijo.
Ps: a caixinha era lina. ganehi do meu irmão que não fala comigo ha um bom tempo.
Ps2: pode pegar a foto a vontade. mas tipo eu não achava qeu tu era obssesiva. enfim.
Ps3: Obrigado pelos comentarios no Blog. acho que só tu lê ele. e tipo baixou uma puta inveja do seu. 20 comentarios. fala sério. hahaha.

beijo de novo.

Wev's disse...

E as declarações são assim...
sempre causam efeitos avassaladores...

~ мillє disse...

Aiii que textinho liiindoun! *_*
Nath tá "pissonada"!
Aliás, pissonada nãaao, tá AMAAAANDO!
:O~~
Toda felicidade do mundo pra vocês,
minha gatonaa!
Beijãao :*

Jaque disse...

Maravilha!
Confesso que dá até um tico de inveja!

Postar um comentário

Fique a vontade para deixar sua opinião, mas seja civilizado.