terça-feira, 25 de março de 2008

Ninguém tem paciência comigo.

Na verdade, é ao contrário.
Eu que não tenho paciência com ninguém.
Tudo bem, não é assim, tão radical. Mas ultimamente eu tenho me estressado fácil.
Principalmente agora que a páscoa acabou, o chocolate daqui de casa também acabou e as lojas não baixaram os preços!
É! Não baixaram os preços!
Eu estava toda feliz achando que ia compra quilos de chocolate por R$1,00 (quem dera...) e daí o comércio ultra capitalista acaba com meus sonhos.
Chocolate e café são meus calmantes.
Daí que estou ouvindo minha playlist entitulada "fossa", porém não estou triste. Só queria que ainda tivesse chocolate aqui.

Hoje estou sentindo uma preguiça incalculável.
Nossa! Muita preguiça.
No meio da aula de web designer eu virei pra mim mesma e disse: "Vamos vegetar?" - e a partir daí, não prestei mais atenção em nada. Ai, que vergonha.

Antes de ir pro curso, pedi encarecidamente pro meu pai me levar de carro, visto que estava chovendo. Ele disse um "não!" tão decidido que nem insisti mais.
Daí quando eu estava saindo de casa, ele chegou pra mim e tivemos o seguinte diálogo cordial:
- Ué, já está saindo?
- Já...
- Vai andando?
- Vou sim. Voando não dá.
- Eu ia te levar de carro, mas depois dessa, pode ir a pé.
- Oh, não! Pai! Pai! Pai! Eu estava brincando! *abre um sorriso estilo "pegadinha do malandro"*
- Xô!

Ele não me compreende...

Tudo bem, fui andando nada feliz e nada contente.
Na chuva as pessoas andam mais devagar ainda, é impressionante. E aqueles que possuem uma arma em potencial chamada "guarda-chuva", furam seu olho propositalmente, tenho certeza!
Quer dizer, não sei se isso acontece com todos, mas comigo é sempre. Existe um complô mundial contra a minha pessoa.
É verdade! Não sou neurótica!
Isso sem contar os homens meeega educados que andam pela rua. Eles ficam debaixo das marquizes e você, mulher, que se molhe.
O famoso "se fode aí!". Eles não ligam.
Na minha opinião, todos os príncipes encantados estão em coma profundo.

Sabe, tudo o que tenho vontade de fazer nessas situações limite é isto:



Diz aí se você não sente exatamente o mesmo?
Definitivamente não fui feita para andar em meio a multidão.

19 comentários:

Cacá BH disse...

hehehe, minha primeira vez nesse blog nathália.. e me identifiquei... tb tenho o estopim curtinho como o seu...
tb adoro ouvir minhas músicas de fossa, mesmo quando não estou triste... gosto de ouvir para curtir minha preguiça ou então para refletir....
abraços....

"Descobri que a vidaah tem a cor que a gente pinta.. Então da minha eu fiz um arco-ires" disse...

Oieee..
nossa acho q eu achei minha alma gemea, vc.. kkkkkkkk
carakas tbm sou muito stressada, vc num tem noção.. e o pior de td é que trabalho com o público.. imagine a cena, num tenho a menor paciencia.. to mais pra tolerancia zer0.. hihihihi

Talvez se unirmos nosso stress causariamos um estrago maior q uma bomba atomica.. huaHuauHau

Adorei seu blog.. vou add em meus favoritus okay, pra voltar sempree

beijinhos

raquel disse...

Olá, gata! Queria dizer que me identifiquei também lendo o seu blog. Assim, coisa de louco! Dur, seu blog agora que é o ponto do acaso! Parabéns! Meus parabéns!

Se alguém não tem paciência comigo me sinto aterrorizada. Sabia que eu também já sonhei com você? Pois é. Três vezes. A última eu não lembro direito o que houve, mas a outra eu lembro e a outra também. Mas a outra-outra (a primeira vez) foi tão bizarra, mas tão bizarra… Mas tããão… Então. É isso.

Posso dizer? Caramba! Você é tão fofa! Como uma pessoa pode ser assim? Caramba! Muito fofa! Mordível! Ai! Ai! Ai! Nhac-nhac-nhac-muah. Amo você. Nhac.
Pois é. É a vida. Deus quis assim. O destino quis. As pessoas quiseram. O Diabo quis. E tudo mais.

Cin disse...

Que delicia de blog!
Asdorei!
Bjinhos!

Ana Laura disse...

hahahahaa... você me mata de rir!

É isso aí companheira, muito minha carinha isso que você escreveu. E pasme: eu trabalho com público. E no geral são velhinhos caducos, surdos e desmemoriados. Haja paciência!


Faz o seguinte respira e conta até dez em ordem crescente e decrescente cinco vezes que passa... Você se irrita com os números (eu particularmente me irrito sempre, pois detesto algarismos) e se esquece do povo.


Ahhh... tive uma idéia! Minha próxima postagem será sobre as minhas frases prontas para momentos de intolerância, ou seja, todos os momentos! Vou dedicá-lo a você em agradecimento também pela ajuda no layout!



Beeijo.

Marcelo Martins disse...

Essa sua última frase me define, viu...
Coincidência interessante, acabo de publicar um texto que fala sobre essa minha condição "estranha e avessa ao povo que me cerca".
Cara, o seu humor é simplesmnete genial.
Me divirto muito aqui =P

Beijocas.

Geminiana Doce disse...

Nathy...Eu também penso que o mundo criou um complô contra mim....Sempre cai algo em mim,e já me furaram com o guarda-chuva também...kkkkk,rsrs.Meu calamante é a base de Caféina também,rsrs.é a coca-cola...
Bjos e luz

Ciça. disse...

Ainda tenho chocolate em casa. Te dou um pedaço pra ver se você se acalma. :)


:*

Wev's disse...

As pessoas andam mais lentas na rua porque viram no fantastico que não adiantam correr que molham do mesmo jeito...

Principe encantado?? Moça, pense em sapos....

Cacá BH disse...

oi... vim ver se tinha texto novo, como não tem, peço pra vc me avisar quando atualizar...
e claro, quero saber se posso linkar a senhorita!
abraços!

Tamara disse...

Ola....
Adorei seu blog!!!
Tb detesto mutidao. tenho pavio curtissimo...
E concordo literalmente com vc quando vc fala do universo masculino.

Um beijo enorme no seu coraçao!
Bjos!

Bárbara disse...

gracias muchacha! ;)

Dama de Cinzas disse...

Odeio multidão, sou extremamente impaciente e não suporto andar na rua quando está chovendo. Então só posso te apoiar... rs...

Beijos

Mariana disse...

Ai ai.. vc é divertida demais mulher!
adoro!!

Eu gosto de multidões.. menos quando está chovendo..(ainda mais agora com o cabelo metido a chaposo?)

Mas "tudo bem, mas nao se irrite" ....
"pipipipipi"

beijos

Cineasta 81 disse...

Chocolate é mesmo um anti depressívo!

Multidão é um saco mesmo, dá dor de cabeça. Eu gosto de ver a multidão, mas de longe

Apobw disse...

Surtei com a história do seu pai rsrs

Mas enfim, na verdade eu q a convenci d criar um blog =P
E vou t add no lastfm... Tem como adicionar um blog no outro como favoritos do fotolog?

Alice D. disse...

ultimamente deu pra chover exatamente na hora que eu tô saindo pra escola,que delícia.

Zé do Cão disse...

Gostei de verdade e por isso entrei.
Achei engraçado o comentário da Ana Laura, que trabalha com velhotes, surdos, caducos e desmemoriados. E pergunto, não se babam... Coitados, sem mais comentários para ti e para ela um beijão

J@de disse...

Eu almoço no escritório e só vou na rua se for muito necessário, odeio multidões!!

Mas seu pai fez igual eu faço com meu filho quando ele me dá essas respostas atravesadas!! hehehehehe!!

Beijos!!

Postar um comentário

Fique a vontade para deixar sua opinião, mas seja civilizado.