segunda-feira, 5 de maio de 2008

Sobre o fato d'eu ser uma maluca irrecuperável.

(Estou me afundando em Norah Jones há 3 dias seguidos.
Quando crescer quero ter a voz dela.)

Acredito que sou muito inconstante e meu humor muda de acordo com a aparência do céu.
Me sinto muito, muito entediada e não sei muito bem como fugir disso. O problema é que me entedio muito fácil, com tudo.
Segundo Howard Jacobs (geneticista premiado e um dos punks da década de 70), "adolescentes entediados são os mais inteligentes".
Olha, não sei se sou um poço de inteligência. Aliás, a cada dia acho que essa é a versão menos provável pois me sinto inútil, e muito, por sinal.

Há uns meses atrás eu estava no ápice da felicidade por estar voltando a postar no blog. Porém, há alguns dias, penso praticamente o tempo todo em assassiná-lo friamente.
Só que não consigo, não sei, é como se ele fosse parte e mim. E, céus, isso é sério!
E é sério também minha facilidade de amar (sim, amar) coisas materiais, como meu computador, e abstratas, como este blog, e não conseguir me apegar as pessoas.
E não tem nada a ver com acontecimentos passados, pessoas que me fizeram sofrer horrores e essas coisas tristes e traumáticas. Não, não é isso. Já nasceu comigo, não sei. Algo do tipo.
O que não quer dizer que não me importe com as pessoas. Pra falar a verdade, eu me importo com todo mundo, e muito. Se vejo alguém na rua chorando, sinto uma dor no peito e vou lá tentar ajudar, nem que seja pra ouvir o que a pessoa tem a dizer, só para que ela se sinta mais leve. Sempre tento fazer com que os outros se sintam bem.
Não sei, não sei explicar minha dificuldade de amar, de me apegar.

Sinto que existem muitas pessoas dentro de mim.
Daí um dia, conversando com minha consciência, fiz a auto-análise e descobri que sustento 10 personalidades.
Claro que auto-análises não são nem 70% confiáveis. Mas eu tentei ser o mais imparcial possível e, bem, tô beirando a esquizofrênia. Iupi!
Minha mãe diz que sou muito inconstante e que é sempre difícil conseguir me agradar. Diz também que se eu não mudar isso vou terminar meus dias sozinha, porque não há quem aguente uma pessoa tão incerta, tão "variável".
Mas que eu posso fazer?

Ontem vi um filme em que a menina estava sentada no balanço em uma árvore olhando pro chão e pensando na vida.
Eu faria tudo pra ser aquela menina. E usar as roupas dela porque, nossa, um charme.

Gosto de acordar e encontrar o silêncio absoluto. Sinto um mal-humor gigantesco pela manhã. Fico muda. Odeio que venham falar comigo e, principalmente, me abraçar. Odeio! Odeio!

Tenho medo de virar uma velha rabugenta.
Uma velha rabugenta que mora em um apartamento escuro com mais 3 gatos. E só.

- Que cheiro é esse?
- Sei lá... Ó, tá ficando mais forte por aqui.
- Ih, é o apartamento daquela velha mal-encarada. Será que ela tá bem?
- Quem se importa?
- Eu! Esse cheiro está a cada dia mais insuportável.
- Chama os bombeiros, a polícia, sei lá... Vai ver que ela morreu.
- Ah, é... Deve bem ser isso mesmo. Você chama?
- Tá, pode ser...
- Ok, vou levar meus cachorros para passear. Depois me conta se ela tá viva ou não, tá?
- Tá bom, beijo!

Terrível! Terrível!

Ps: A quem interessar possa, meu ouvido deu sinal de vida e agora minha audição é tão apurada quanto a de um cachorro (mentira).
E a dica do ipod ainda tá valendo. :D

41 comentários:

Ciça. disse...

Também tenho mau humor pela manhã, mas tenho uma facilidade incrível de amar as pessoas...


:*

raquel disse...

Inconstante é? Variável? Incerta? Sua mãe é muito da errada, porque eu te agüento sim. Nem tenta mudar não, gosto de você assim.

P.S.: Nossos horários nunca batem. Filha da puta! Ops, utilizei um palavrão (muito merecido), só que o boteco da esquina tá fechado, e aí? Cara! Violei as duas regras daqui: insultos e palavrões!

Beijo e mordida. Eu amo você. Beijo (again).

Nataliinha disse...

Impossivel não rir c. os teus posts.
E sim, se referia a vc tb láá !!
Q bom q seu ouvido voltou ai normal .
Eu não diria q sou incostante. Diria q não tenho paciencia pras pessoas.
Alias, to sem nenhuma .

Blog é mt bom sim. Postar me da uma sensação de 'vomitar' tudo aquilo que eu queria falar mesmo .
Enfiim .

Bj bj =)

Jaque disse...

Gosto do seu jeitinho de ser, sabia? *Nathália pensa: como se ela convivesse comigo*
É verdade.

Virar uma velhinha rabujenta seria triste, muito triste!
Principalmente morando com três gatos, tá "lôca", gatos são animais detestáveis (odeio, ok?)! Mataria todos.
Tenho a leve impressão de que vc se parece comigo...

Beijos!

LindaRê disse...

Relaxa.
É tudo normal.

Eu não sou mais adolescente há um certo tempo e continuo inconstante. E não sei o que ser quando crescer, se é que vou crescer um dia.
Outra coisa, a gente ama akilo que é material ou imaterial pq é mais fácil que amar pessoas. Pessoas nos decepcionam, computadores não - ao menos que quebrem e mesmo assim é mais fácil consertar computador que pessoas.
Eu amo as pessoas, me importo, mas não demonstro - cisma com decepção. Então o "não se apegar" pra mim tb é normal.
Ou voce é tão normal qdo eu, ou estaremos no mesmo asilo de loucos quando nos transformarmos em velhas ranzinzas.

Falei demais.
Beijos

Janete Andrade disse...

mulheer, usted soy muy louca! haha, sabe essa coisa de inconstante é TERRÍVEL, destrói vidas, bem acho q num tô ajudando né? hoho, falo isso, porque sou bem inconstante, derepente tô a pessoa mais feliz do mundo, 5 min dps tô me sentindo um lixo humano (será q tenho transtorno bipolar?), é uma desgraça! --'
olha e essa coisa de auto-análise, é tanta janete falando comigo ao mesmo tempo q fico louca, mas é bom, traz descobertas q antes até vc mesma desconhecia. (:

eu posto demais? q nada! ;@
é q penso demais, sabe ae pra não ficar louca tenho q escrever, kkkkkkkkkkkkk xD

beijos =***

Anne disse...

Nossa, fiquei até confusa...rs.
Tb tenho algumas coisas dessas, acho que a maioria das pessoas tem. O mau-humor matinal me parece básico, pelo menos eu ODEIO acordar cedo, ainda mais se me aparece pela frente alguém todo sorridente e cheio de fofura a essa hora da manhã...

Preciso de pelo menos meia hora para me livrar do CAPETA que acorda amarrado no meu humor...rs

Bjo e espero que o tédio vá pra *@(*)*(@ já!

Juliana Caribé disse...

Eu assisti a um filme chamado "O beijo roubado". É de um diretor chinês, mas é em inglês e os atores são americanos. Entre as atrizes está a Norah Jones (ela é melhor cantora que atriz). O fato é que, no filme, toca uma música dela que é linda, chamada "The Story". Depois de assistir ao filme, eu baixei da internet 15 cds dela. O que quer dizer que eu também tenho ouvido aquela voz maravilhosa todos os dias (desde então).

Sobre o blog, eu, às vezes, também tenho vontade de deletá-lo da internet. Penso que ninguém lê com atenção e cuidado o que eu escrevo, e eu sinto que tenho tanto a dizer. Mas, como você disse, o blog já faz parte de mim também, e eu tenho muito prazer em escrever, escolher as fotos, pensar nas citações... Assim, é algo que eu faço pra mim, não para as outras pessoas. Então, não deleto. Continuo.

Eu acho importante respeitar o que somos. Não significa que não podemos e não precisemos mudar. Temos sempre de nos adaptar às situações. Mas o "apego" vem, não precisa forçar nada, até porque deixa de ser natural. E as pessoas percebem isso e sentem que não é sincero. Relaxa, menina!

Todos nós temos várias pessoas dentro de nós, eu acho. Tem de pensar qual pessoa você gosta mais de ser... Ser inconstante realmente não é legal, na minha opinião, porque nunca se pode esperar nada da pessoa. (não que esperar algo de alguém seja correto.)

Ah! Tô viciada em Amy Winehouse também... rs

Beijos.

Salve Jorge disse...

Ser inconstante
É a única constante
De quem segue avante
Nessa longa estrada da vida
Essa frase pode soar repetida
Ou repetitiva
Mas é que estar à deriva
Não é estado
É condição
Nesse mar
Tão singrado
Quanto singrante
Já que não sou eu quem me navego
Nem por isso relego
Minha arte de se deixar levar
Em meio à procissão
E também de tentar nadar
De algum jeito
De dar nó no peito
E curtir cada comixão

Se ficar velha
E sozinha
Me liga
Que te garanto
Minha amiga
Ir lá compartilhar um canto
No teu canto
E até perder a linha
Só pra vê-la...

Ana Laura disse...

Ah não posso xingar aqui? Uma pena... Hahaha!

Então, me identifiquei com a parte do não se apega às pessoas, do mal humor pela manhã e também com a inconstância, um horror!

Mas vai por aí, e se tiver que ficar velha e morar com 3 gatos, mudo pro Rio, alugo um ap ao lado do seu e façamos um trato: Todos os dias vamos ver se nenhuma das 2 morreu! Hahahahaha...


Beeijo.

Veriana Ribeiro disse...

você tem 10 persnalidades? Então querida, você não fica sozinha nem que queira.

Pra mim, você é otima, nconstante ou não. Na verdade, prefiro incostante, coisas sempre do mesmo jeito me irritam.

Vamos fazer o seguinte, se você passar muito tempo sem escrever aqui ou comentar no meu blog dizendo que está viva eu ligo pra policia. (melhor do que vizinhos chatos).

Vc já viu o filme com a Norah Jones? To louca pra ver maninha... Mas nunca que vai passar no cinema daqui. Acho que vou ter que converncer algum amigo a baixar pra mim...

beijos!

Jaque disse...

uauhauhaua

Sim, quem sabe... Duas velhinhas "turronas" e doidas, tocando o terror na cidade. muahahahaha!

*Jaque, sua anta, rabuGenta é com G, blz? ¬¬*

:}

Alice disse...

ai,adorei esse blog!
morrendo de rir da wishlist
Um quadril largo e séquissi
sasbabhuabuhsbaa
me acabei de rir!
conheço pouco de norah,alias nada,so uma musica que uma epoca ate enjoar!
lembra qndo a sandy queria virar ela?
sasabhsuabhusa
mui bomo blog,adorei!


:*

*Carol Porne* disse...

Olá!

Também sou meio inconstante, mas as auto-análises que também faço só me ajudaram a identificar minhas diversas faces; e não a domesticá-las...rs

Bom saber que seu ouvido melhorou. E relaxe, vc não se tornará uma velha rabugenta que mora com três gatos ok?

Bjos mil

Lih disse...

aiai dona nathalia... as vezes me sinto tao como vc! queria me expressar tao bem assim! =/

bjoooos!!!

Dama de Cinzas disse...

Console-se comigo, se é que te sirvo de consolo... rs

Tenho 42 personalidade, mudo de humor no estalo de um dedo (meu namorado fica atordoado com isso). Tenho dificuldade de amar e às vezes facilidade para gostar. Enfim... Sou uma contradição emocional ambulante!

Mesmo assim volta e meia tem um maluco que me aguenta. Com vc será o mesmo.. eheh

Beijos

Lígia Carvalho disse...

Ah pequena, vc é destemperada assim como eu, assim como todos nós..
Vc só tem 10 personalidades? Perdi a conta de quantas persolalidades experimentei durante meus longos 24 aninhos.. alguns chamam isso de falsidade, mas as vezes sou doce como açucar em outras azeda como limão..

Estava Perdida no Mar disse...

Nem sempre tenho mau-humor pela manhã, mas estou sempre irritada se dormir pouco. Ah, vc ainda é adolescente? Beijos

Renatinha disse...

Bom...eu gosto de gatos.
Bem capaz de eu ser uma velha rabugenta que mora com uns 7! Aliás, já sou uma jovem rabugenta, então não tô longe disso...

Estava Perdida no Mar disse...

Ah não. Acaba nos 18.
Beijocas

Letícia Perini disse...

Eu me apego muito fácil às possoas.
E isso é bem ruim em certos pontos, mas essas coisas a gente não pode fazer nada ué.

Eu acho que se sentir assim, é coisa de fase sabe, assim como vc está se sentindo. Eu acho que isso passa. fica tranquila, todos nós mulheres temos o direito de acordar mal humoradas! õ/

beijo

Paulo R Diesel disse...

Hoje tô a fim de concordar:

Quer parar de postar? Pára.
Quer ter 10 personalidades? Tenha.
Quer ser mal humorada pela manhã? Seja.
Quer ser uma velha rabugenta? Seja.

E depois de tudo isso, mande os textos por e-mail para mim que eu publico no meu blog pois nós não podemos ficar sem eles (se quiseres até dou os créditos)

Bj.

R. disse...

Nat -gente, eu pego intimidade fácil!-, eu assassinei e ressucitei o meu blog umas quarenta vezes. Então resolvi aposentar os instintos homicidas. Mais fácil largar o cigarro. E quanto ao desapego... Mais feliz você "velha-mal-encarada-com-3-gatos,-apodrecendo-no-ap-ao-lado" do que eu "vizinho-chato-rodeado-de-gente-que-só-tem-me-trazido transtorno". O inferno são os outros...

Bjs!

.a negra. disse...

Loucaa de Kisuki!
isso sim tu és!



-qto a blogar:
num é mas vício..é Libertação!
;)

Mariana disse...

É claro que o lance do ouvido tinha um pouco de exagero! hehehehehe

Fiquei preocupada...

mas enfim.. eu nao te visitaria velha com mais 3 gatos.. não por voce, mas pelos gatos.. eu odeio gatos.. vc sabe...

Ser inconstante pode ser bom... mas tb pode ser ruim, como todas as coisas da vida e do mundo.

Fica bem ...
beijocas

Flávia disse...

Nat, eu já cometi blogcício. Em 24 horas estava arrependida e voltei à ativa, no melhor estilo Hellraiser...

E aida bem que vc tem 10 personalidades, né? Já imaginou que tédio conviver com uma só?

Beijo!

S disse...

Oi nathália, meu humor também é cheio de altos e baixos.
E apesar de ser blogueira a mais de 6 anos, apenas um do vários blogs que já tive durou mais de um ano. Eu sempre deleto tudo, dou um tempo para sanear a mente e recomeço do zero. É sempre assim.
E se vc consegue avaliar isso como uma caracterítica da sua personalidades, já está na frente da maioria das pessoas. =D
Beijos

Igor Lessa disse...

Bem vinda ao mundo dos ansiosos! Será mesmo que os ansiosos são os mais inteligentes? rs
Cara, gosto muito desse jeito expontâneo que você escreve.
A propóstio, que bom que seu ouvido melhorou! Esse lance que vc teve, eu tb tive!

E olha, vc não vai ser essa velhinha que falou. Pelo contrário. As pessoas assim são mais vivas e tendem a ter um futuro, se não maravilhoso, pelo menos com amigos de verdade pra fazerem companhia, rs =]

Um beijo!


Olhando Pra Grama - Crônicas de um ansioso

Niseloka disse...

que bom que vc é maluca.è muito chato se todos fossem perfeitos.Tem promoção no meu blog e gsotaria que você participasse.

alice disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Marcelo Martins disse...

Você está atravessando uma fase bem confusa mesmo.
Tudo culpa da idade apenas, relaxa.
Quando eu tinha 19 anos, eu era cheio dessas "auto-análises". Eu era um garoto muito calado e introspectivo, mal humorado pacas e não gostava de gente ao meu redor.
Ficava trancado no meu quarto lendo , vendo tv ou ouvindo música (não tinha net na época) e adorava aquilo, adorava a minha paz, o meu canto, os meus momentos só.
Agora (depois de velho,rs) não gosto mais de solidão. Faço de tudo para ter gente comigo e não consigo viver sem estar apaixonado e namorando.
Fases, menina..Apenas fases...

Beijinhos meus.

☆ Sandra C. disse...

Nathália, isso é EXTREMAMENTE normal, não se preocupe. Eu também sinto a mesma dificuldade, de me apegar às pessoas e expressar o que eu de fato sinto. Prefiro agir a falar, e tenho grande facilidade a reter comigo os sentimentos. Por isso, agora, este ano, determinei que serei mais ASSERTIVA, pra ver se melhoro...

Recomendo você fazer esse teste aqui:: www.inspiira.org/

Eu fiz e adorei. E a resposta que o teste dá lhe abre muito os olhos.

Bjs!

Mariana disse...

complementamentando o meu comentário...

loucas podem ser recuperáveis...

ou melhor, ao menos adaptáveis ao mundo... hehehe

beijocas

Flá Costa * disse...

tá vendo eu sou exatamente o oposto. Me apego e amo com uma facilidaaaaaaaade! rs..


ps: sempre engraçadíssima!

=]

Ana Carolina Braga disse...

Oi Nathália! Fico feliz que você já esteja melhor do ouvido! =)

Eu também não consigo ser constante, tenho crises existênciais e vivo de mau humor! =P Eu sou como a Lucy: “Eu era mal humorada quando nasci, sou mal humorada hoje e serei mal humorada pelo resto da minha vida…que alivio!!”

Mas uma coisa eu te digo, depois dos 20 anos ... essas inconstâncias tendem a melhorar =P


Beijos lindinha!

Ana Carolina Braga disse...

Oi Nathália! Fico feliz que você já esteja melhor do ouvido! =)

Eu também não consigo ser constante, tenho crises existênciais e vivo de mau humor! =P Eu sou como a Lucy: “Eu era mal humorada quando nasci, sou mal humorada hoje e serei mal humorada pelo resto da minha vida…que alivio!!”

Mas uma coisa eu te digo, depois dos 20 anos ... essas inconstâncias tendem a melhorar =P


Beijos lindinha!

J. disse...

Vim cumprir a intimação de voltar aqui! ABout post: Por incrível coincidência escrevi hoje sobre minha previsibilidade que tem a ver com humor o qual o meu tb é inconstante! Ele evoluiu junto com os Cds do los hermanos, tanto que o 4 se converte em baldes de lágrimas. Auto-análises já ma valeram ótimos pontos de conceito com os professores do Ensino Médio e se serve de consolo eu tb fui um adolescente entediado econtinuo sendo um completo imbecil rs! Qto à menina no balanço parece filme de terror, onde a menina balança dando uns risos infantis, daih vem um grito e um close no balanço solitário, indo e vindo numa cadência menor. Ah, mas vc ainda vai se apegar às pessoas, q idade aumenta nosso medo de ficar só e por fim vc será uma vó bacana! Mas prefira cachorros, gatos são mto falsos!

Lorita disse...

Fato: vc não é inconstante, senão não estaria namorando a quase 2 anos.
Não se importar ou se apegar tanto com os outros é bom, assim vc não sofre com as decepções. sim, pq seres humanos são experts em decepcionar seu semelhante.

Bjnhos

Nanita disse...

meu humor também muda, mas digo que ele muda com as fases da lua :*

mariana disse...

A velha rabugenta mais fofa. Seus gatos serão bichinhos felizes. (Y)
:D

Lih disse...

nathaliaaaaa

passando pra checar se tinha post novo.. mas tu realmente decidiu-se por postar de vez em qdo neh? hunf!

bjooooooooooooo

Postar um comentário

Fique a vontade para deixar sua opinião, mas seja civilizado.