sexta-feira, 6 de março de 2009

Sobre os absurdos da vida.

Não comentei sobre isto antes por falta de tempo, mas o tamanho da minha revolta continua.

Evito falar sobre religião aqui no blog porque, assim como política e futebol, esse assunto é polêmico demais e ao longo da minha vida já fui xingada e amaldiçoada inúmeras vezes por defender certas idéias a respeito do assunto. Mas sabe, não me importa o que alguém mais 'devoto' possa vir me dizer, dessa vez eu vou ser bem clara. E qualquer pessoa que tenha inteligência e opinião própria vai me entender, mesmo que não concorde comigo.

Provavelmente vocês souberam do caso de uma menina de nove anos que foi estuprada pelo padrasto e engravidou de gêmeos.
O padastro confessou que abusava da menina desde os seis anos de idade.
Bem, quando foi descoberta a gravidez da criança, imediatamente foram tomadas as providências para o aborto, afinal, uma menina de nove anos não tem a mínima estrutura - mental e física - para levar uma gestação adiante.

Pois bem, como sempre a Igreja resolveu se meter onde não foi chamada e o arcebispo de Olinda e Recife, dom José Cardoso Sobrinho, se mostrou extremamente contrário à prática do aborto. Eu sei que a Igreja tem sim sua importância e valor (tanto histórico quanto social), embora eu veja essas duas coisas de uma maneira bem turva. E eu também sei que mesmo que na minha opinião a Igreja devesse ficar quieta, esta tem a intromissão na vida alheia como seu sacrossanto dever. Porém, por mais que, teoricamente, seja a Igreja a voz que represente Deus aqui na Terra, ela não é Deus para julgar e dizer o que é certo e o que é errado.

Ahn... Voltando: Segundo ele, - dom José - mesmo que a menina tenha sofrido uma grande injustiça (ele classifica o estupro de uma criança como "grande injustiça"?), deve-se salvar vidas.
Er... A vida de quem, só pr'eu me situar? Da menina que provavelmente irá morrer devido a esta gestação?
Ou das crianças que ela espera, que dificilmente sobreviveriam?

Ele é contra o aborto baseado na lei de Deus.
Lei esta que foi escrita pelos homens, só pra constar. Afinal, só com muita fé para acreditar que a Bíblia foi escrita por homens perfeitos, usados como poderosíssimo instrumento nas mãos de Deus.

Olha, eu acredito na idéia de Deus de uma maneira extremamente diferente da maioria e por isso me recuso a acreditar que, se realmente existe um Deus no céu, ele compactuaria com a lei que os homens insistem em dizer que Ele próprio criou. Aliás, Deus deve ter sentido uma enorme vergonha alheia ao escutar as declarações do arcebispo dom José. E, se Deus eu fosse, na fogueira da Inquisição arcebispo dom José eu jogaria.

Veja bem, me recuso a acreditar num Deus tão cabeça dura quanto este que insistem em nos apresentar. Me recuso a acreditar num Deus tão parcial e tão humano quanto eu. E não admito a idéia de um Deus que cria regrinhas e estipula o nível de atrocidade das coisas, jogando tudo numa panela e não analisando cada criatura como única. Afinal, como o arcebispo mesmo disse, o aborto é mais grave que o estupro. Peraí... É mais grave uma menina de nove anos interromper uma gravidez que possivelmente a levaria à morte ou o que realmente é grave é o fato desta mesma menina ter sido estuprada durante três anos por um "homem" que nem sequer merece respirar?

Bem, o aborto foi feito e, ao saber disto, o arcebispo excomungou os médicos e a família por terem concordado com tamanha 'atrocidade' (embora, ao meu ver, seja muito pior o fato do arcebispo ter colocado o abuso e a vida da menina em 2º plano).
Olha, esses médicos e essa família não sabem a sorte que tiveram. Pois eu prefiro queimar eternamente no inferno a ter que fazer parte de uma religião tão medieval quanto esta.

Segundo o arcebispo, com relação a excomunhão: "Para incorrer nessa penalidade eclesiástica, é preciso maioridade. A Igreja, então, é muito benévola, quer dizer, sobretudo, com as pessoas de menor. (...)"

Com certeza a igreja é muito benévola com as pessoas de menor. Porque assim como o padrasto-monstro dessa menina, muitos padres adoram levar criancinhas para serem violentadas em seus quartos. Benevolência on para com os pequenos!

Provavelmente o argumento que alguém poderá usar para derrubar tudo o que eu digitei aqui é "A religião é assim. Essa é a regra."
E eu só digo uma coisa: Ufa! Graças a Deus eu sou agnóstica.

Queridos líderes espirituais hipócritas, nos encontramos no inferno. Ou não, porque eu não acredito que irei para o inferno, caso este exista.
Mas por via das dúvidas: Até lá.

Leia a notícia aqui ou aqui.

Ps.: Só quero deixar uma coisa bem clara: Não estou falando mal de Deus. Estou falando mal dos homens e das leis que eles criam. Logo, antes que alguém me jogue um pedregulho bem no meio da cara, leia e tente entender contra o que estou falando.

Ps².: Vale ressaltar que o estuprador não foi excomungado.

51 comentários:

Bertonie disse...

Eu concordo contigo, querida!

Eu acredito na Bíblia. E em nenhum versículo a Bíblia fala que aborto é mais grave do que extupro.
"Dom [s]Casmurro[/s] José, querido, se tiver algum que diz isso, por favor me mostre, ok"
As 'Leis de Deus' diz que aborto é pecado.
Ok.
Mas eu não acho que seria um pecado que vai te levar pros fogo dos inferno se UMA MENINA DE 9 ANOS FICAR GRÁVIDA E A ÚNICA OPÇÃO PARA SALVAR A VIDA DELA FOR O ABORTO, NÉ?
Mas uma vez a Igreja Católica se metendo aonde não é chamada.
Se antes ela falava que o Sol girava em torno da Terra, agora quer que achemos que a Terra gira em torno do Vaticano.


beigos mil

Red Forman disse...

aplausos em pé para você. falou tudo que acredito ser 'certo'.

a verdade é que o catolicismo atrasa o Brasil. Já fiquei impressionado no ano passado por terem começado as pesquisas com células-tronco!!!

Vivemo em um país que é católico só no nome porque dos católicos a maioria é "não praticante".

E o pior são aqueles abitolados que não conseguem pensar 'racionalmente'. Deus quer isso e aquilo, só que na verdade a pessoa tá falando da vontade dela própria.

muito bem falado.

bjs.

Bill Falcão disse...

Mais uma vez, você acerta o alvo com uma precisão incrível, Nat!
O caso é revoltante! E, mais revoltante ainda, a opinião do tal arcebispo!
Que merece toda a crítica exposta com absoluta clareza neste post aqui.
Não vivemos mais na Idade Média. Porém, quem segue dogmas não percebe as mudanças que acontecem no mundo, continua acreditando que a Terra é plana e viemos todos de Adão e Eva.
Copérnico, Galileu, Darwin e Freud não existem para gente dogmática, fundamentalista, como se diz hoje.
Preferem as trevas.
E um bjoooooooooooo!

lpzinho disse...

Em primeiro lugar, que fique bem claro que até onde eu entendi... não achei que Vc tivesse sido crítica de Deus ou de alguma forma tenha falado mal dEle.
Isto posto, lá vou eu ao comentário. Nathália, Vc realmente me impressiona sempre com teus textos. Eles geralmente são leves, bem humorados e até bem divertidos porém sempre contém MUITA sensibilidade e inteligência. E no texto de HOJE creio que Vc tenha conseguido escrever tudo aquilo q eu gostaria de escrever sobre o fato.
Ainda assim, meu comentário não é só pra aplaudir as tuas palavras. Concordo em TUDO com vc e mais, não consigo entender pq um anormal faz isso, seja com uma menininha de 8 ou 9 anos(as vezes de menor idade ainda) ou como o canalha que fez refém a jovem Heloá... Não entendo apesar de saber que isso acontece por diversos fatores, sejam eles algum problema mental, uma má formação simplesmente ou pela falta de inteligência que acomete a grande maioria dos integrantes do sexo masculino. O mesmo anormal que faz isso, com certeza baterá na MULHER se achar q ela o trai... e assim vai.
As pessoas, homens e mulheres tem cada vz menos valores morais e limites. Banaliza-se o sexo, a violência e tudo que vier pela frente e a mídia faz show, dá risada, etc e fica isso tudo assim sempre, só piorando. Sociedade podre e decadente em que a religião(seja ela qual for) deixa de ter um papel até educador para investidas político-sociológicas... se metendo em questões que não lhe cabem. E abrindo até espaço para o inoperante presidente da república querer aparecer dando suas opiniões e pitacos...
A religião não é ruim, a fé não é ruim... mas os 'homens' a interpretam e dá no que dá.
Desculpe escrever tanto... me revolto com isso, não apenas com os palpites e chutes, intervenções da Igreja ou dos Direitos Humanos(que tem uma queda para proteger bandidos), mas principalmente contra o machismo, a ignorância e a violência doméstica.
Beijos querida e parabéns pelo CM novamente!

Cara de 30 disse...

Eu acho assim: a Igreja fez as regras. Ultrapassadas ou não, ela as fez e as segue, correto? Se você não gosta delas, que saia.

Não funciona assim com uma empresa? Se você não gosta de alguma coisa lá, não pede demissão? Então...

Se você discorda de alguma das regras de qualquer igreja, bata na porta e peça para sair. Pronto. Você está livre para seguir seu próprio caminho e, ao contrário das operadoras de telefonia celular, nem precisa pagar nenhuma multa estipulada em contrato. (nossa essa foi horrível, ahn?!)

De qualquer forma estes são temas que sempre serão polêmicos: o aborto e as regras das igrejas.

Rafael_Lang disse...

Acho que ele esqueceu que a gente não tá mais na inquisição...
aí ele vai achando que pode fazer o que bem der na telha...

mas assim, sou batizado, crismado, e tudo o mais....
mas as futilidades dessa igreja vendida já não me impressionam mais como antes...

O vaticano têm uma mania "mardita" de se colocar no meio de tudo, de célula-tronco ao aborto da menininha....

Tá certo sim.... a igreja disse que era assassinato... OK.... e se tivessem deixado ela ter o filho??? se é que chegasse ao final da gravidez... com sérissimos riscos de vida a guria... e ela morresse, não seria assassinato também???

então....

acho que isso revoltou o mundo todo.... e é o certo....

que a igreja se cale ao invés de falar asneiras, e que o Sr. bispo "tosco lá pare de querer usar a dor dos outros pra poder ter os seus 15minutos de fama...

Nathizinha quérida..... Parabéns mais uma vez pelos seus posts....

Beeeeeijos

Fernanda disse...

depois de ler teu texto só posso dizer que concordo plenamente com você...isso chega a ser revoltante...fico imaginando o trauma que essa menina não vai carregar ao longo da vida...

Marcos Satoru Kawanami disse...

Inferno não existe. O que existia era a palavra grega "ínferos", que designava o mundo dos mortos, ou seja, no mundo grego, todo mundo ia pro quinto dos infernos, mas não era um lugar ruim: só acreditavam que ficava sob a superfície terrestre. Daí a palavra "inferior", vem do grego.
No Antigo Testamento e nos Evangelhos esta palavra não aparece. Aparece nas epístolas, mas só a partir da unificação linguística bíblica feita por São Jerônimo na Vulgata Latina.
Agora, se no Juízo Final o vivente for condenado, ele sofre a morte definitiva: não vai pro Céu ou, como consta no Apocalipse, para a Nova Jerusalém.

Thiago L. disse...

Ai cara isso é uma vergonha! Tudo bem que concordo que o aborto é matar alguém e que matar, óbviamente, é um pecado muito grande. Mas acho que nesse caso o aborto seria essencial, pois a mãe e os filhos não sobreviveriam, seria bem pior...

Dama de Cinzas disse...

Seus posts falando sério, arrebentam... rs

Não tem mais o que acrescentar, vc abordou todos os pontos de forma magnífica! Assino embaixo!

Beijocas

disse...

Vale ressaltar tb q o Sr. Arcebispo disse que o estupro foi uma "grande fatalidade". Bem, é pq ele talvez não tenha passado por nada semelhante e tb não é um pai q teve seu bb violado. Q jeito né? Esses são os representantes ds Igreja. Por isso q eu só acredito na força de Deus e ponto. Ah se quiser saber mais sobre a questão de estupro e aborto, me procura, tenho uma história interessante sobre isso.

Marcela disse...

'me recuso a acreditar num Deus tão cabeça dura quanto este que insistem em nos apresentar."
Faço minhas as tuas palavras.

Mas quanto ao aborto, se eu fosse a médica, não sei se teria coragem de fazer, por N motivos(nada a ver com religião), e se fosse minha filha, eu optaria pelo mesmo.
Sou contra o aborto em casos de mulheres adultas que saem transando sem se prevenirem e depois simplesmente enfiam uma cureta no útero, mas tratando-se de uma criança que morreria junto com os bebês, aí é outra história.

E outra: Religião não é Deus, é uma coisa criada pelos homens.

Abraços!

Mariana disse...

Nath. Apoio total o que vc está falando!!!

A questão nao é Deus. São os homens....

Parabens pelo texto. Aplausos para ti!

Faço das suas palavras a minha. !!

Fernanda. disse...

Na verdade, eu também sempre pensei exatamente assim. Não acredito que, se Deus existe, puna quem não reza, quem não come carne de boi, quem faz e quem não faz infinitas coisas. E o mais ridículo é a hipocrisia desses caras que se dizem enviados de Deus. O mínimo era que eles nem se metessem, e também não entendo como a imprensa fica dando espaço à eles. Me revolta.

Gabriela disse...

Eu nunca gostei de igreja. Primeiro porque meus pais me obrigavam a ir e quase nada que a gente faz forçado a gente gosta, lógico. Segundo porque depois de todos os livros de história, principalmente no primeiro colegial com todas as reformas que aconteceram, fica difícil acreditar em uma igreja tão "contra as vontades da sociedade".
A gente vê na história que, tantas pessoas foram mortas em nome de um "homem invisível" e sempre são as pessoas mais pobres, mais fodidas e fracas que tomam na cara. E a bondade de deus, e o não matais? hunf... o deus dos "católicos mais espertos" é o dinheiro e o deus dos excluídos e "burros" é o próprio deus que os mata...
Algum católico acredita no deus sol? e na deusa lua? Em afrodite, zeus? Não. e além de não acreditar acham ridículo. Mas, será que porque o deus deles é o que existe, será que eles são superiores pra existir só o deles?
Ou existe todo mundo ou não existe ninguém!

Gabriela disse...

Ah, esqueci de falar. O tal do Arcebispo já foi estuprado? Ele tem um corpinho de 6-9 anos que foi violado por um "corpinho" de 30-40?
Talvez ele tenha uma filhinha também... e talvez ela tenha condições de gerar outra criança dentro dela, ah... Duas!

Francisco Silveira disse...

Não precisa excomungar o estuprador. Basta castrá-lo!
Vale lembrar, que ele também abusava sexualmente da outra enteada, que era portadora de deficiência mental.
Segundo o Bispo (ou Arcebispo, sei lá), os excomungados poderão reverter a "pena", se optarem pela confissão e arrependimento.
Que cara de pau!
Abraços

Diego? Glommer? disse...

Quanto a religião:

Como você ousa falar dos princípios divinos e insultar a santa igreja católica?

Sua... sua...

ghaahauahauahauahau!

Calma! Tô brincando!

Agora a sério:
Olha... Eu também sou agnóstico.
E em grande parte se deve a isso: Essas posições pouco humanas e nada compreensivas em relação atrocidades cometidas como essa.

Além disso, se for para crer num deus como é apresentado e que não releva os sofrimentos em tais eventos, então prefiro não acreditar nele. E mais se é para crer num deus criado por homens que queriam na verdade amedrontar outros, talvez não valha a pena mesmo crer em qualquer religião que seja.

Beijo
.

http://solucomental.blogspot.com

*Raíssa disse...

"ao longo da minha vida já fui xingada e amaldiçoada inúmeras vezes por defender certas idéias a respeito do assunto."
Idem...

Fiquei revoltadíssima quando li sobre o caso da menina de 98 estuprada pelo padrasto. Mais revoltada fiquei quando soube que a Igreja não queria que ela abortasse, dizendo que aborto é um crime pior que o estupro!!! Claro, a Igreja diz isso pro crime dos padres pedófilos ser amenizado, até porque padres não podem ficar grávidos, mas estuprar meninos de 8 anos podem, e muito! O pior de tudo é que a mãe da menina procurou um hospital pra fazer o aborto e o mesmo não quis fazê-lo porque o padrasto não permitiu!!!! E por que porra aquele filho de uma puta manca tinha que permitir algumas coisas?!?! Graças a Deus, a mãe conseguiu fazer o aborto em outro hospital, onde um médico achou certo. Aliás, as pessoas não tem mania de dizer que "se aconteceu foi porque Deus quis"? Então, se o aborto aconteceu "foi porque Deus quis", senão Ele não teria deixado de alguma forma ou castigado de outra. Tsc, odeio gente religiosa, religião e a Igreja Católica.

Beijos!

O Digitador! disse...

Sou totalmente a favor do aborto! Em todos os casos... ateh naqueles onde a mulher "deu" demais e não sabe nem quem é o pai...

por uma simples razão:

Vamos imaginar que daqui alguns anos seja possivel fazer um transplante de cerebro... vamos viajar.... você então, é atropelada e tem uma morte cerebral... logo seu corpo inteiro é doado para uma pessoa com cancer generalizado... onde somente o cerebro.. ou a cabeça dela é transportada para o seu corpo....

O transplante é um sucesso....

E o corpo inteiro do cancerigeno é enterrado no outro dia, um enterro diferente, pois ninguem estaria triste... afinal, a cirurgia foi um sucesso... Apesar do caixão e dos 65 kilos de corpo que irão ter que enterrar....

Já noutro cemitério qualquer, está sua familia, com um caixão do tamanho de uma caixa, com apenas o seu cerebro, ou sua cabeça... porem estão extremamente tristes! Mesmo sabendo que mais de 90% de vc esta viva naquele exato momento... sua celulas continuam se reproduzindo e se multiplicando, seu coração continua batendo....... provavelmente vc poderá gerar até um filho... pois os gametas levarão a sua carga genética.... e ai eu te pergunto ... kem morreu?!? Vc ou a cancerigena?!?


Vc percebe... é estranho... pq se formos ver, nessa situação você estaria muito mais viva do que a outra pessoa, apenas não teria consciência! Mas mesmo assim, para todos os efeitos voce estaria morta! Pq? Pq levamos em conta somente o cerebro... se há morte cerebral os médicos dão como morta e os equipamentos são desligados... e transplantes de orgaos sao feitos...

E se a morte ocorre qdo o cerebro morre... pq a vida não inicia quando o cerebro surge? dessa forma abortos antes dessa fase de desenvolvimento do feto não deveriam ser considerados morte!

E se a igreja se opõem tanto ao aborto, pq não se opõem a esses casos onde há morte cerebral e orgãos são retirados com a pessoa "viva" ainda para transplante!

___________________________________


Quanto ao meu post, as bonitas já me bastam... e realmente eh necessario algo mais que a beleza ;-)

Marcos Satoru Kawanami disse...

Cristo é redentor, não torturador.
Evangelho é boa notícia, não ameaça.

De modo que o conceito de Inferno não se encaixa no panorama Cristão.

PAX ET BONUM
Marcos

.

Nataliinha disse...

O que acho mais engraçado que pro Dom José, "pecado" é abortar, mas o cara estuprar não... Que bonzinho ele né ?
UI UI UI...

Odeio essa hipocrisia da Igreja, sério msm...
Tá cheio de padre que "adora" criancinha e nem por isso são condenados.

So merece uma palavra : BA-BA-CA

Beiijoos

Olga disse...

Olá descobri seu cantinho há alguns dias (não por causa da macumba, juro!) e aqui estou eu de novo.

Sobre o post como você mesma disse política, religião e futebol são assuntos polêmicos demais. No meu modo de ver as coisas considero aborto pecado, sim. Isso pq sou católica, pq é a concepção que 'escolhi'. Independente de qualquer religião ou 'lei' acredito, sobretudo em um Deus JUSTO, capaz de perdoar todos nós e analisar cada caso. Só Ele pode nos julgar.
Um aborto cometido numa situação dessas é bem diferente de um aborto cometido pq a criatura não quer ter filhos ou esqueceu da camisinha.
O que me mata é saber que estuprador não foi excomungado e muitas vezes os casos não são analisados como deveriam.

Beijos! :)

raquel disse...

Te amo. :*

T@rci disse...

É bem complicado opinar sobre isso. Tvbm achei errada a decisão do arcebispo.
Primeiro a gente tem que pensar em como está a cabeça desta criança. E uma gravidez nesta idade como vc mesma disse é arriscadíssima. Com muita probabilidade de morrer a menina e os bebês.

Outra questão é: uma garota de apenas 9 anos está preparada pra ser mãe? Ela teria condições psicológicas pra cuidar de outra criança( uma criança cuidando de outra).

Muito difícil criticar a atitude de recorrer ao aborto neste caso. Eu sou contra, mais em um caso como este acho que a pessoa tem todo direito de decidir o que fazer.

Beijos!

katy disse...

concordo com vc. isso é um absurdo mesmo!!!! eu li hoje que os "pecadores" podem ser perdoados se houver arrependimento!!!! vê se pode!!!!!!!!!!!!! arrependimento de que? de ter salvo a vida de uma criança?!!!! certas coisas a gente ignora porque a ignorância pode ser contagiosa!!! bjs

Ana Lu disse...

Ai, prefiro nem comentar o absurdo que foi essa história.
Preferia nem ter escutado.
A atrocidade que foi cometida com essa menina foi menos julgada que um aborto para salvar sua vida?
Esse bispo e esse padrasto sim deveriam ser jogados na fogueira..

Paulo R. Diesel disse...

Só rindo. Só brincndo,
Só esculhambando com eles.
Só relevando.
Igreja e religião e deus é assim.

Concordamos, Nathália

. Laura disse...

Segundo blog que vejo que fala do mesmo assunto. Isto está rendendo...
Mais é impetulante que o vaticano tenha apoiado esse fato que presenciamos. A menina não teria suporte para suprir uma criança dentro de si ;*

Cara de 30 disse...

Só faltou palavrão e garrafada nos comentários, hein?! hehehehe... Vários blogs estão descendo o cacete no arcebispo. Bem, minha opinião sobre o assunto eu já dei. Voltei só pra dizer pra você passar lá no meu blog e pegar um selo que deixei pra você, ok? É isso.

Jhennifer Cavassola disse...

É, eu não sei o que falar a respeito. Fiquei pasma com tudo isso! Quanto ao Bispo, é passado pra ele dessa forma, defender a vida. A vida da garota? Do feto? Sim, ambas vidas.
Mas, sei lá. Prefiro não opinar sobre isso e orar, pedir a Deus que proteja essa familia e a todos nós. Que nos livre de todo mal!

Cristã não sou, na verdade sou contra a muitas coisas no mundo cristão. Na verdade sou muçulmana e as crenças são bem diferentes. Já começa por não acreditarmos que Jesus é filho de Deus. Aceitamos Jesus como profeta sagrado e não filho. E seguimos o Sagrado Alcorão deixado pelo Profeta Mohammed.

Agnóstica? Tenho um grande amigo agnóstico! :)

Um lindo dia!

Jhennifer Cavassola disse...

À você mulher

Bem aventurada a mulher que cuida do próprio perfil interior e exterior, porque a harmonia da pessoa faz mais bela a convivência humana.

Bem aventurada a mulher que, ao lado do homem, exercita a própria insubstituível responsabilidade na família, na sociedade, na história e no universo inteiro.

Bem aventurada a mulher chamada a transmitir e a guardar a vida de maneira humilde e grande.

Bem aventurada quando nela e ao redor dela acolhe faz crescer e protege a vida.

Bem aventurada a mulher que põe a inteligência, a sensibilidade e a cultura a serviço dela, onde ela venha a ser diminuída ou deturpada.

Bem aventurada a mulher que se empenha em promover um mundo mais justo e mais humano.

Bem aventurada a mulher que, dia após dia, com pequenos gestos, com palavras e atenções que nascem do coração, traça sendas de esperança para a humanidade.

Autor: (Desconhecido)

FELIZ DIA INTERNACIONAL DA MULHER!

Ítalo Bruno disse...

Concordo com você, uma menina de nove anos, estrupada, traumatizada desde os seis, engravida, se a vida dela já não fosse ser miserável pra sempre, só por, ainda ter carregar um filho, que iria ser uma eterna lembrança de tudo isso, sem contar q fisicamente ela também não deve ter muita estrutura. É como você falou, tem que se ter uma visão flexível, analisando o aborto, só pelo aborto, sou contra, mas nesse caso acho que não tem nem o que se discutir.

Mas por outro lado tem o padre, que do mesmo jeito q você defende essa posição, ele acredita na outra e tem direito de se expressar também, ele não fala por maldade, afinal, e mesmo concordando plenamente com você, a criança que será abortada, não tem nada a ver com isso, e ela que pagara a conta.

Muito legal teu blog

Abraço

An-dreee-a disse...

Tô contigo (Y)

"Ps².: Vale ressaltar que o estuprador não foi excomungado."
(mas que maravilha, hein? ¬¬')

Parabens pelo Blog, SUPER inteligente.! Voltarei mais vezes.!

Beeeiijão = *
An-dreee-a.!

Luz disse...

Minha querida, sugiro que procure alguém que entenda mais de teologia, antes de falar asneira. Pode ter certeza que se prefere ir pro inferno, estará lá. Deus defende a vida, e tenho certeza que Ele não ficou feliz por matarem duas crianças inocentes do ato que o pai fez. O bispo apenas avisou do que acontece automaticamente com quem pratica o aborto, e a menina não foi excomungada, porque não sabe nem o que está acontecendo. Desde que se une o espermatozóide e o óvulo forma-se uma alma, que não precisa crescer, já é adulta, portanto o aborto é uma alma adulta completamente formada a quem não foi permitido viver. Realmente a menina não aguentaria a gravidez, mas colocando na mão de Deus, ele saberia o que fazer. Pena que isso se tornou apenas mais um comentário no Brasil, pra quem não entende e não sabe de nada da Igreja Católica falar asneira.

Anônimo disse...

Quero ver aprovar comentários de quem vai contra isso!

Nathália disse...

Luz:
Em momento algum eu falei que a menina foi excomungada. Ela não pode visto que é menor de idade. Inclusive na própria reportagem o arcebispo comenta sobre isso.

E eu já estudei bastante sobre teologia, embora só tenha 19 anos. E foi exatamente depois de tanto estudar que decidi ser agnóstica.

Eu sei que pode ter sido tudo uma grande asneira pra você, pois provavelmente você é católica. E eu respeito o que você pensa. Mas pra mim foi apenas uma opinião sobre o assunto. E eu não falei sem base alguma. Inclusive medi muito bem minhas palavras antes de escrever o post.

Eu sei que para quem segue a religião à risca, o arcebispo está correto. Mas para mim, que não possuo vínculo algum com as doutrinas, fica mais fácil falar com racionalidade sobre o assunto.

Não quis ofender ninguém, só mostrei o que pensei sobre o assunto e o quanto fiquei revoltada com coisas que foram ditas a respeito.
Infelizmente não se pode agradar a todos.

----------

Anônimo: Fico grata por você ter vindo aqui me fazer rir.

Talvez você não tenha lido o texto com muita atenção, mas tem uma parte que diz: "E qualquer pessoa que tenha inteligência e opinião própria vai me entender, mesmo que não concorde comigo."
Ninguém é obrigado a concordar com as coisas que eu digo. De forma alguma. Inclusive gosto de ver opiniões contrárias para que se possa discurtir sobre o assunto. A única coisa que não admito é que alguém seja rude para mostrar que não concordou com algo. Falta de educação é totalmente desnecessário quando se possui inteligência.

Volte mais vezes. Mas da próxima vez, deixa um e-mail. Pra que se esconder? Tem medo de alguma coisa? :D

Letícia disse...

Eu, como católica, achei isso um absurdo! Esse arcebispo flw essas abobrinha pq não é ele q tem nem um metro e meio, 9 anos e dois filhos na barriga. Esse cara tirou a infância de uma criança, pior q abortar e estrupar e tirar a infância de uma criança, que é tão rara. Acho q ngm tem o direito de excomungar ninguém, mas quem merecia era o padrasto e não as pessoas que salvaram a vida da menina.
:*

Luz disse...

Realmente quem conhece a doutrina da Igreja Católica concordou com o que o Bispo disse. Não me entenda mal, mas costumo defender o que penso, pois cansada dos protestantes que adoram esses fatos para falarem da Igreja Católica achei necessário defender. E sempre vou defender a vida! Mas entendi sua opinião. Abraços!

Reeh disse...

A primera coisa que penso é que A biblia diz que Deus É AMOR, a propria personificação deste sentimento, então eu não acredito,nem encontro na biblia, uma base que mostre que ele castige alguém num inferno de fogo.. isso não condiziria com seu amor... acho q esse ensinamento da igreja é totalmente contraditorio. Eu acredito que Deus conhece a cada um como individuo, e se preocupa com nós pobres mortais. A biblia diz que cada um pagará conta pelos seus atos, e tenho certeza que a Igreja tem muita conta pra acertar com Deus, são anos e anos de ensinamentos e doutrinas falsas, derramamento de sangue, envolvimento com politica e afins.
Deus tem sentimentos e a biblia diz que ele até mesmo se sente magoado de ver a inclinação ruim no coração do homem, com certeza ele se compadece do sofrimento dessa familia,está a par de todos os fatos, entende e com sua infinita sabedoria e misericordia julgará.
Isso não cabe a nenhum homem fazer.

Alguns textos que gosto...

"...para buscarem a Deus, se tateassem por ele e realmente o achassem, embora, de fato, não esteja longe de cada um de nós...'
atos 17:27

'...Jeová viu que a maldade do homem era abundante na terra e que toda inclinação dos pensamentos do seu coração era só má, todo o tempo. E Jeová deplorou ter feito os homens na terra e sentiu-se magoado no coração... mas Noé (homem imperfeito) achou favor aos olhos de Deus...
Genesis 6:5,6,8


pensando é que a gente vai longe... rsrs
bjcas

Lais disse...

é o estuprador não foi excomungadom, isso aqui é o Brasil ele deveria é ter sido morto por ter feito uma coisa dessa com ela.E quanto a familia e aos médicos fez a melhor coisa em escolher a vida da menina do que deixar ela gerar aquelas crianças que provavelmente nem iria sobreviver e eles perderia tudo.E eu concordo com vc que este Bispo está mais para a igreja Medieval do que não sei o que... pois a Igreja ainda cria regras em nome de Deus como Antigamente.
;*

Guria disse...

Eu realmente não quero dar as caras sobre esse assunto. Cada um tem seu pensamento, acredita no que quer e absorve o que lhe faz bem, por isso. Fico neutra.

Big Beijo
e feliz dia internacional da mulher.

A n i n h a a disse...

é engraçado como tem gente que ainda tenta defender essa palhaçada.
Se o aborto não fosse feito, seriam TRÊS vidas perdidas. Eu nem vi a menina, mas ela sendo grande ou pequena pra idade, não aguentaria o tranco de duas crianças crescendo dentro dela.
Meeu, seria ridículo tentar fazer a gravidez prosseguir. A menina depois de um tempo entenderia que os filhos eram de seu padrasto, que o sistema de filhos e família não é bem esse. Imagina o tamanho da revolta dela, isso se não criasse ódio das crianças.
O que a igreja faz é querer sempre ser superior e meter o bedelho onde não é chamada. As leis de Deus pra mim não são essas e assim como você, não vejo Deus como uma velha futriqueira que avalia as situações de uma forma generalizada e taca todo mundo pra queimar no inferno. É absurdo pensar assim e se assim for, veremo-nos no inferno!


ai! falei demais
adoro posts assim, principalmente quando eu concordo inteiramente.
Beijão

loba disse...

Faço minha a sua revolta, a sua indgnação e o seu protesto! toda mulher que defendo a vida e a dignidade de uma filha merece respeito e consideração!
Um beijo! E que todos os dias sejam teus!

Nathália Monte ;D disse...

eu concordo com vc no fato de a igreja catolica se intrometer erroneamente nesse caso,cometendo pra mim uma injustiça ridicula..

mas só nesse fato! acredito plenamente na biblia!!
beijO

Vanessa disse...

Eu acredito na Biblía na mesma forma que acredito nas estórias de Hans Christian Andersen.

Por mais louca que eu seja, acho inviável acreditar numa serpente falante.

E quanto ao padreco, pau no cu dele. Pica no rabo dos outros é refresco!

Enxaqueca disse...

É... O padrasto não é excomungado... Algo me diz que o Arcebispo se viu nele.

Sujeito Oculto disse...

Muito tem sido dito a respeito disso, mas, cá entre nós, só é católico quem quer, só é excomungado quem comungou.

Sinn-Klyss disse...

A Espúria Canalhice da Teo-Pulhítica Parasita da Espécie Humana.
Notem: NOTEM:
O fantoche-pulha aparece de fininho no caso da menina do aborto e finge contrariar a Aparecida do Brasil Podre; isso dá força de voto para a bandida candidata "cumpnhêra", que parecem como sugestivos “protetores” das mulheres; enquanto isso a baderna depredadora da Democracia é impetrada por estudantes “instruídos” a “gostar” dos “favores” separatistas arremedados como contra o “racismo”. Como uma nação irá ver tão ignominiosa pantomima? Como os que deixaram seus prédios ficarem carcomidos e suas próprias feições serem enfeiadas durante toda a vida, por terem sido enganados pelas confrarias de parasitas da nossa espécie, poderão conseguir ver e aguentar o sofrimento e desilusão que isso provoca?
Notem: NOTEM:
Antes do sidious-nazista-”divino” pisar no solo brasileiro há pouco tempo, um terrível episódio abalou completamente a opinião pública; preparado o “cenário” de consternação à custa dum apavoramento hediondo do povo, o arremêdo de chapéuzinho vermelho que veste prada depois sorvia ávido a euforia dos iludidos com a enganação dos pulhas degeneradores da vida humana.
Numa desfaçatez sem conta de limites engendram a puxa-saquice de calhordas “formatando” capatazes nas cidades, sitiando os cidadãos que produzem, vigiando suas vidas, negócios, e até intimidades, impondo um cêrco civil para vivermos num molde de senzala mista, usando os mesmos tipos de covardes sem mérito que se vendem para desgraçar a própria nação, e os próprios semelhantes, como os que se amancomunavam para bater e surrar e matar a própria raça a mando de seus esdrúxulos, nocivos, e nojentos, “senhores”.
Mas a Sentença da Justiça começa a deter o olhar sobre os facínoras para um desenlace fulminante. A espécie humana não será desgraçada e submetida pela continuação de tal esgôto podre e escuridão.
Ponderação:
É imprescindível que o homem possa conceber, neste momento, que é a única espécie com potencial para destruir completamente a si mesma; pois tem noção de quase todas as estratégias predadoras e de aniquilamento de outras espécies.
Há que se saber que podemos estar ou ter estado sob um própria prerrogativa da Natureza em contenção de domínios extravagantes e nocivos em demasia ao Eco-Sistema (pois a Natureza é maravilhosamente estruturada com dispositivos de compensação, chamados Feedbacks). Assim, cabe-nos comportar em nós a educação apurada sobre equilíbrio geo-espacial que nos faça aquiescer à prontidão de ações reparatórias individuais e sociais (como recolocação de conceitos e reestruturamento de instituições), determinando-nos com atitudes altruístas que reponham-nos como dignos da fina textura de solo de que dependemos.
O fio da Vida é tênue, os cliques de desastres são somados consecutivamente como num desenho de bordadeira; o expert, o sábio, o estudioso, assim que vêem e passam a mão pelo bordado notam pontos, nódulos, que encaminharam o torto, o desarranjo, do bordado. Hoje temos pela Sociologia e demais outras magníficas ciências recursos essenciais para estabelecimento de contextos sociais satisfatórios e promissores. Mesmo que tradições ressequidas e estagnadas arrumem-se para perpetuar seu inevitável declínio, não podem impingir à toda a Humanidade um desastre sociológico na nossa continuação (subvertendo nosso direito e supra-anseio de preservação), por prenderem-se em vaidade, oportunismo, arrogância e preguiça, que defeituosamente vemos em grupos que se amontoam em comodismo parasitador da nossa espécie; levando-nos a pagar um preço impensável por insistirmos em não ver e não agir para conseguirmos ultrapassar desta definitiva vez essa fase crítica de estado de consciência em nossa Civilização.
Quantos são os que podem, sabem, querem, e procuram ler artigos, livros, informações de blogs, etc? A quantos dessas pessoas temos acesso? E quantos são os restritos e reprimidos que diaria, semanal, e mensalmente, ficam expostos à uma enchurrada de doutrinamento odioso, separatista, falacioso, usurpador, imprimida sistematicamente no psicológico das pessoas. Pra onde se há que ir? Com quem falar? Quem já escapuliu e se reserva? Disso tudo só uma coisa sabemos: São os que refletem os que ainda podem se reavaliar, e são os que podem FAZER ALGUMA COISA.
Em quem não irá doer ver que muito pouco vemos. Um garoto ou garota passeando com um avô ou avó? Muito pouco vemos namorados passeando livres nas ruas. Mas vemos muita gente à mercê dum estado prejudicado psicológico-físico e emocionalmente, levadas pela vaidade e vício, aprisionadas nos seus cachorrinhos(avós não dão ibope pessoal), que sujam e sujam e sujam. Os gramados das praças têm cerquinhas para as crianças, mas os cachorrinhos-bibelôs que nos incitaram a ter, estes pulam soltos, e sujam o que era pra ser aprazível, para amigos, rolar livre de crianças, namorados, e leitores de livros. Quanto já nos escravizaram de um modo tão bizonho que nem vemos o curto passar da vida em ações tão descabidas? Não nos enfiaram em preguiças? A preguiça não enfiou nossos avós em carteados repetitivos fúteis que os ajudou a consumir a sua saúde? Não os bitolaram com leituras repetitivas de livros esquisitos e enganadores? Não os massacraram com um serviço ingratamente mal remunerado? Não dispensaram suas experiências como dispensam nossa criatividade? Esse regime social que está aí só nos onera em perda de vida, e suas benfazejas reuniões rotineiras não nos enseja à vida. E ainda fitam fixo em nossas famílias, e falam à torto e à direito em famílias, mas o intuito é nos aprisionar (claro que estão rastreando tudo que escrevo e correm para forjar uma farsa que possam usar na mídia e nos conluios dos embustes dos dramáticos espetáculos criminosos aliciadores de gente). Há quanto tempo não vemos e não podemos fazer um pequinique? Há duas décadas vêm massacrando nossa Sociedade com doutrinamento religioso insano, e temos agora o que está aí. Em duas décadas arrebentaram, trucidaram, descacetaram duas preciosas gerações. E nós deixamos, porque não vimos, nos deixamos nos ludibriar. Quem mata garotos e garotas é quem corre e diz: “Vai lotá! Vai lotá!” E nos oferecem velas e cruzes, e cantilenas bizonhas. Depende de nós, não podemos mais esperar. No Desenvolto Transcorrer da Justiça … O Justo Procedimento … A Natureza não propiciou o desenvolvimento do ser humano para que ele viesse sucumbir à pulhas, que nada têm com os parâmetros que ela propõe; nunca a fibra da Natureza no ser humano iria se subjugar a usurpadores de princípios, leis e conceitos.
O mucêgo-bêbo presídioente tem mídia tão forte e dissimulada que faz ele APARECER com tanto PODRER quanto as hienas-parasitas e sidious 'divinos' vampiradores dos povos ...
Jesus reina no inferno ... É o esgôto mexendo vermes: Note-se as notícias sobre o aborto da menininha raquítica de nove anos. A 'santa' teo-pulhítica tão 'tremenda' se atrapalha; O médico do 'castigo' era um major. A 'disciplina santa' que faria encher ainda mais os bairros e os conluios 'abençoados' com capangas-vigias das vidas das pessoas deu de cara com a má sorte de atingir o Exército.
A mulher sem-rosto e a de olhos vendados ronda o PODRER. Quando falta brio aos homens, o brio da Natureza faz o proceder.
Os pastores e padres estão no mais alto podrer dos céus, o viciado em roubar e fantoche-rei da máfia secular da mentira é o cumpanhêro disfarçado deles. Lama lá ...
Guardadas as gracinhas que dissimulam a seriedade da questão e do momento aqui estão dois casos que não saberia se não tivessem tentado apagar-me socialmente forçando tudo pra que eu me tornasse mendigo ou louco (e assim plagiassem, manipulassem, todo o meu trabalho e esforços e história, e enriquecessem com fizeram e fazem (às minhas custas e de muitos que produzem de fato o que melhore a Sociedade Humana):
Garotos de rua em Brasília indicaram uma 'entrada' na catedral onde eram 'escolhidos' como diversão e 'instruídos' a dominarem outras crianças de rua.
Em Taubaté um menino, de madrugada, com fome, frio, relatou que toda vez que o pastor 'ía visitar' sua mãe pra 'orar', ele ficava de noite na rua enquanto ela era 'abençoada', e isto concidentemente sempre que o pai dele se embebedava e ficava longe de casa. Talvez o elemento 'divino' também fizesse à moda de outros que se ofereciam com 'adoçantes' pra limonada que podia ser feita com uma separação. Coisas do tipo 'boa salada' estragada, pra famintos, idiotas, e descabeçados comerem.
Tem coisa pior acontecendo dentro de universidades ...
Haddammann Veron Sinn-Klyss

Lelehk disse...

concordo cntg. mesmo sendo católica, vejo certas 'regras' de um outro modo. não acho que vou queimar no inferno por causa disso e você também não.

incrível o teu artigo! :)

Flaah :) disse...

Nossa, MARA, finalmente alguém que diz exatamente o que eu queria ouvir. Tá, todo mundo da escola dá aquela discordada, mas ninguém tem fundamentos. Perfeito, perfeito.
Eu acendia a fogueira :D -q

Postar um comentário

Fique a vontade para deixar sua opinião, mas seja civilizado.