terça-feira, 17 de agosto de 2010

Baú.

Estou com este texto salvo no meu computador há quase dois meses, mas como só me lembrei dele agora e eu estava com vontade de postar, porém estava sem pauta (como sempre), decidi unir o útil ao agradável, com algumas modificações. Não que o texto a seguir seja uma puta pauta, mas vamos lá:

Fui madrinha de casamento da minha irmã. Cerca de duas semanas antes do casamento ela comentou comigo sobre o penteado e perguntou se eu já havia marcado alguma prévia em algum salão. Mas, sabe, eu sou meio macho pra essas coisas e juro que só tinha pensando em fazer uma chapinha básica e colocar algum enfeite tosquinho no cabelo, só pra não falarem por aí que eu não me esforço, né?
Daí quando falei isso ela ficou me olhando com aquela cara de 25 por cento e eu decidi marcar essa tal prévia.

Como minha mãe já ia em um salão aqui perto pra também fazer a ditacuja, pedi para que ela ligasse pra lá e me incluísse na lista.
Eu sabia que ia dar merda porque, primeiro: tive que trabalhar no horário da manhã lá na empresa já que o salão fecha às 19:00h e eu largo às 20:30h. Daí como eu já tinha que resolver outras coisas no mesmo dia, decidi trabalhar de manhã pois otimizaria meu tempo, embora eu odeie trabalhar logo cedo.
A segunda coisa é que minha mamis disse que o penteado mais a maquiagem ia sair por uns R$150,00, daí eu quase sentei na calçada pra chorar porque, gente, isso é absurdo.
E a terceira coisa é que eu sempre atraio situações toscas pra minha vida, então eu só respirei fundo e fui lá no salão.

Antes d'eu sentar na cadeira a mulher já foi me dando bronca (?) porque ela perguntou se eu tinha alguma idéia de penteado, eu disse que não e ela achou aquilo o cúmulo da incompetência. Até aí tudo bem, levei a bronca (?) e falei, civilizadamente: Mas, olha só, se você é uma profissional da área, deveria ter um book com fotos, material próprio ou até mesmo um retirado da internet. Sei lá, é o mínimo, né? A cabeleireira aqui é você.

Daí ela deu aquele sorriso amarelinho e disse: Ok, vou fazendo os penteados aqui e você vê se gosta de algum.
Ok, então. Bora lá.

Hunf.
O primeiro penteado que ela fez foi um casulo no topo da minha cabeça. Não sei se por vingança, mas ficou uma coisa pavorosa. E ela ainda teve a cara de pau de dizer: Tá super na moda essa vibe Beyonce.

O resultado foi mais ou menos assim:



+



= eu pronta pro halloween.


Beyonce, minha senhora? BEYONCE? Eu vou prum casamento, não pr'uma buatchy. Vou ser madrinha, não uma single lady.

Bem, com a cara bunita que eu expressei, ela desfez a obra pós-moderna da minha cabeça. Daí ela falou: Trança. Que acha de trança?
Acho uma graça. Uma bem feita e tal, mas eu tenho muito cabelo, mas muito cabelo mesmo. Trança fica parecendo uma corda e eu não quero nenhuma criança brincando de Tarzan em mim, então fui dizendo logo que não. Mas mesmo assim ela fez a trança.
Bróder, qual parte de yo no quiero esta mierda aquela doida não entendeu?

No fim das contas a mulher tava louca das calcinhas comigo pois eu reprovava tudo o que ela criava depois de consumir crack fora da validade em mim e falou pra gente ir pra internet ver se arranjava alguma coisa.
Vi um monte de penteados gracinhas mas pra todo que eu dizia sim, ela dizia que não ia fazer. Juro.
Eu já doida pra dar um gancho de direita naquela maníaca quando ela me solta o seguinte: Querida, vou te dizer uma coisa, esses penteados são todos de noiva. Você tem que entender que você-não-é-a-noiva.

Morri.

Fechei os olhos, respirei fundo e disse:

Bem, você só está dizendo que esses penteados são de noiva porque a modelo está com um véu na cabeça, o que me comprova pela milésima vez nesses duas horas em que estou aqui que você é uma profissional terrível.
Outra coisa, que resume tudo o que eu poderia falar, e aproveitando que estou com pressa: EU NÃO VIM AQUI PEDINDO POR FAVORZINHO COM AÇÚCAR PRA QUE VOCÊ FIZESSE UM PENTEADO EM MIM. EU VOU PAGAR. Logo, se eu te pedir pra raspar minha cabeça e fazer um moicano multicolorido, você faz. Não tô te pagando pra dar opinião, mas sim pra executar o que eu lhe disser.

E fui embora, né. Porque bem parecia que a mulher ia chorar.

A questão toda é que este mundo está se afundando na falta de respeito. E até no mundo profissional a falta desse elemento crucial, somado à falta de educação, está presente e fodendo com a vida das pessoas. Já ouvi muitos amigos meus reclamando da mesma coisa.

Inclusive minha prima, que veio de Recife pro casamento, disse pra mim:

Achei que você não ia falar nada pr'aquela maluca. Pessoal daqui do Rio tem dessas manias de se meter na vida do cliente? Porque ontem fui numa farmácia, pedi Dove e a vendedora disse que ia pegar outro sabonete pra mim porque o Dove tem sal. Oxênti, virei pra ela e disse "e eu lá quero saber se tem sal, se tem mel, se tem açúcar? Eu quero Dove. Me dá Dove!".

Viu, pessoal. O mal é de família.

45 comentários:

Márcia Engel disse...

Uma coisa é dar sugestão, principalmente se alguém pedir, outra muito diferente é ir se intrometendo e fazendo o que acha melhor sem nem perguntar pro cliente.

Acho que minha cara normalmente séria desencoraja um pouco as pessoas, mas já passei por coisas assim em salão também: passei meses clareando o cabelo, deixando com uma cor desbotada horrível só pra ir clareando sem estragar, e pedi pra tingir com um vermelhão lindo que escolhi na cartela de tintas. Assim, era só pegar a cor que eu escolhi e passar no meu cabelo, nada mais. E não é que a intrometida da cabelereira achou que não ia ficar bom e fez um tom super escuro? Ficou quase preto com reflexos vermelhos, estragou todo o trabalho que eu tive... ¬¬

Depois que a gente mata com requintes de crueldade, ainda nos acusam de sermos malucas, né?

Beijos, e boa sorte com as esculturas capilares... rs.

Maldito disse...

Por essas e outras que eu agradeço todas as manhãs por ter o previlegio de mijar em pé!
Eu entro no barbeiro e mando raspar a cabeça só porque é mais rápido,..rsrs
Bjs!

Whiskley Lee disse...

Tipo assim: Confesso que não teria coragem de falar isso na cara da coitada, mas bem que ela mereceu. Quem sabe agora ela não melhora o tratamento com as clientes e sobe na vida? Você vai ser a salvadora dela *-* [?]
Mas alegrou minha noite (: e...
Rezemos pra que o mundo acorde mais educado. Boa noite. Beeeijos e sorte aí no seu dia-a-dia porque né ... rs

Dama de Cinzas disse...

Você ia desmaiar se eu te contasse o quanto gasto com meu cabelo... Tenho duas cabeleireiras, umas pra umas coisinhas, outra pra outras... rs... Tá bom! Eu tenho TOC com cabelo... rs... E ela já sabem tudo que quero e gosto...

Bem... Realmente o povo do Rio gosta de se meter... Eu costumo entrar em lojas de cosméticos, adoro, mas o que me irrita são as 400 vendedoras que eles colocam dentro pra dizer: - Posso te ajudas - Caraaaaaio!! Se eu quiser ajuda as donas estão em pé me assistindo, eu pergunto...

Um dia desses saí de casa queimada de raiva com umas coisinhas, entrei numa dessas lojas e a vendedora estava em frente a prateleira que eu queria, pedi licença e ela me perguntou se precisava de ajuda, com um soriso amarelo disse que não... E comecei a ver os produtos. A criatura bate no meu ombro e fala de uma linha nova de cremes... Putz! Eu virei pra ela e disse: - Será que vc me permite ver o que eu quero dentro da loja, em paz, eu só quero ver essa linha aqui, mais nadaaaaa! - Todas as vendedoras se afastaram imediatamente... E eu pude ver calmamente a linha cremes que gosto...

- Só tenho uma coisa a dizer, não tenho afinidade nenhuma com gente estranha! Elas me irritam!

Ana Luisa disse...

escreva mais!mais! mais!
sempre! SEMPREEE!
Oo

kkkkkkkkkkkkkkk
sério...adoro ler as coisas que escreve!
elas : deixam meu dia mais animado (se é que é possível chamar de ânimo meus dias de bosta) ; me tranquilizam ao pensar que eu não sou a única pessoa com reações/pensamentos do gênero scarface no mundo!
=D

Garota Enxaqueca disse...

Ai, que inveja, você tem cabelo.

E foi com o quê, afinal de contas?

Comprou aqueles baluaquels L-I-N-D-O-S que vendem lá na "Du Chapéu" do Mercadão de Madureira? hahaha...

É o que HÁ!

Besos, guapa

Sarah disse...

kkkkkk ai ai eu xoro de rir com vc! essas cabeleireiras folgadas! eu na minha vida d paty tenho meu cabeleireiro fixo, lindo, cheiroso e que nao é gay(mas é casado) e olha, faz cada penteado, geralmente trança kkkk
espero q tenha ficado linda com a chapinha no casorio!
beijinhos

Raphael Kroutz disse...

kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk

acontece isso sempre comigo D:

Andreia disse...

Credo, mas que coisa mais idiota!
Se fosse eu no seu lugar, teria pedido o livro de reclamações (e ela é obrigada a te dar), e teria ido embora sem nem deixar a mulher mexer no meu cabelo. Imagina só q ela decide se vingar D:

Vergonhoso, mesmo.

Desabafando disse...

kkkk...adorei sua resposta pra ela...kkk...confesso que queria ter essa sua coragem em alguns momentos ou situações.

Franklin disse...

"Oxênti, virei pra ela e disse "e eu lá quero saber se tem sal, se tem mel, se tem açúcar? Eu quero Dove. Me dá Dove!".
imaginei tua prima falando e tudo!

Pow tadinha da coiffeur de segunda...

Fiquei com peninha dela.

Cαh disse...

HAUHAUHAUHA

Quase morri de rir!!

Infelizmente ou felismente não passei por isso no casório da minha irmã porque não era sua madrinha... =)
Haha

Pedro Ricelly disse...

Meus colegas de trabalho acharam que eu tava tendo uma convulsão de tanto que eu ri desse post. Quase morro.

Melhor que cabelereiros, só vendedores. Eles dizem que tipo de pessoa é você, que produto precisa e que forma de pagamento se encaixa melhor no seu orçamento, isso tudo só porque vc perguntou: tem essa calça 38? ¬¬'

Assassinatos a vendedores e prestadores de serviços deveriam ter pena diferenciada, tipo um ganhar um brinde.

::::FER:::: disse...

goi usando meu dom de observar que fui criando minha maneira propria de atender minhas clientes e hj nao consigo trabalhar com ninguem, no meu salao nao tem nem manicure que seria um mal necessario, pois nao consigo trabalhar com um monte de gente em cima e com pessoas efusivas sou direto. atendo uma cliente por hora deixo ela avontade pra escolher o que quer...... e aqui cobro de 30 a 50 reais um penteado com uma maquiagem.... rsrsrsrsrs





:::FER:::

Ana Lu disse...

Hahaha, que cabelereira atrevida, o.O
E rachei com sua prima, realmente é de família!
E afinal, como ficou teu cabelo no casamentoo? *_*
Bjoss

Paulo disse...

"Pai, perdoa-os, eles não sabem o que dizem".
Viu!!!! Isto não é de agora, talvez tu nem te lembraste desta citação naquele livro.
kkkkkkkkkk

Só rindo, só chorando...

Beijo, Nathália

Dea Carvalho disse...

Ah, mas salão é típico! Esse ano me recomendaram um e a tosca que veio me atender tinha cara de Dona-Mariquinha-que-acabou-de-sair-do-culto, sabe? Mulher com uma cabeloça lá nos pés, totalmente careta. Foi o suficiente pra perceber que ela estava no lugar errado. Ou seria eu?
Cada sugestão que ela me dava, eu revirava os olhos!Não rodei a baiana, mas nunca deixo de fazer aquela 'propaganda' para aquele estabelecimento Louve-a-Deus-com-seu-cabelo.

uma louca pela vida... disse...

KKKKKKKKKKKKKKKK
adorei o post, lembrei da minha mae, nos somos de recife e ela tambem é assim sem papas na lingua fala logo e nao quer nem saber quem ta escutando, eu sou um pouco envergonhada mas quando mi tiram do serio eu falo mesmo e nao quero nem saber...rsrsrsrrsrs
adorei.

Filipe disse...

1h da manhã e eu rindo ALTO ao ler este post. Acordei a casa, mas né?

Não aguentei :B

Renata ♥ disse...

Eu fico passada com esse povo que ju-ra que sabe o que é melhor pra gente. Achei digno o que você e sua prima fizeram e eu tenho fé de que um dia farei mais ou menos assim. shaushashauhsa
:*

Talita disse...

shuahsuhsuahsu
Mas isso é do carioca mesmo! Ouço essa queixa do namorado desde a primeira vez que ele pisou no RJ (ok que ele é de SP e já pisou com um pé atrás). "O povo se mete, conversa sem te conhecer, dá opinião sem você pedir, blábláblá whiskas sachê"
hsaushuahuasuas

Adorei tua reação!!!! #fã

Patrícia disse...

uma coisa é opinar, outra, impor a sua opinião ao outro. Detesto isso. E detesto salão também.

Dayane disse...

Que mulhersinha chata! Vi esses dias um programa chamdo A liga ,nao sei se tem aí no Rio. Pois bem, eles estavam acompanhando o dia de uma noiva. O maquiador estava maquiando a noiva e ela, cm toda mulher, se olhando no espelho. Então ele deum um pit!Ela ficou chateada e começou a chorar, ele a abandonou e disse "Querida, eu não vou continuar com vc assim!" e saiu. E eu pensei: Ela estava PAGANDO por isso, nao precisava passar por essa situação" Um horror T-T!

Bill Falcão disse...

Sim, o mal é de família, mas não invalida todo o seu processo anterior. Ou seja, o mundo afunda, na falta disso ou daquilo. Mas...afunda!
Bjoo!!!

Flávia disse...

Seus posts são muito bons, ri demás.
A cabelereira da minha mãe tem mania de querer me fazer uns topetes ridículos meio boiolados, MUITO LEGAL, sabe, é uma desgraça.

Lih ~ disse...

Eu também não sou muito de penteados, e nem sou muito criativa com meu cabelo, então vou sempre no mesmo cabeleireiro e falo "o de sempre" e ele corta, mas tenho um casamento pra ir e já avisei que num vou fazer nem chapinha...

E Nossa, adorei a cortada que você deu na "profissional" rs Ela mereceu!

beeijo :*

Thyago Polary disse...

Serinho como vir aqui é uma coisa que me desestressa. Porque quando as coisas toscas desta vida não acontecem comigo, eu sei que acontecem contigo,rs.
Beijão!

douglas n. disse...

Hoje em dia o que mais tem é cabelereiro(a) formado também na área de 'Personal Styles'... (?) não.

Essa gente é maluca. Mas pior do que elas somos nós, que pagamos 150 reais para nos sentirmos "bem". E isso não inclui você, é claro. Mas é que, cara, eu fico abismado! Será que aquela galera que trabalha na Carioca não percebe que usar terno e gravata em país tropical é um ABSURDO? Nossa, véi, tudo isso pra se sentir o que? Um super empresário? Um homem de negócios? Um business-man? Ah, pera lá!
Nós somos mal educados e subdesenvolvidos... bermudinha e havaiana pra esse povo já!

Renata Bittes disse...

hasuashuashuas
Tem q falar msm!
Povinho sem noção, viu!

J@de disse...

Eu também passo por isso, eu heim!!
Lembrei da mulher do Rei do Mate que eu pedi um mate com gelo, como pedia todos os dias já há uns 3 anos, e ela disse: "ué já tá gelado, pra que vc quer gelo?"
Delicadinha como sou eu disse: Quem vai beber o mate não sou eu? Então eu quero gelo, dá pra botar?
Eu não pensei que era mal do povo daqui, mas, pelo visto é!
Beijos!!

Larissa Bohnenberger disse...

Ahahahahahahahahahahahhaahahahah!!!!!

Olha mas tá certo! Eu tenho mania de ficar quieta nestas situações... sei lá, acho que não sei reagir da forma correta. Aí depois fico com uma raiva pq queria ter dito um monte de coisa... você e sua prima fizeram muito bem!

Bjs!

Rafael Belo disse...

Que povinho mais janela! rachei de rir . beijos Naty

jefhcardoso disse...

Ri muuuuuito de sua postagem!
Não quero me intrometer, mas minha mulher comprou um sabonete líquido que é puro sal e acaba com a mão. (risos).

*Entre o sonho e a realidade eu prefiro a realidade que me permita sonhar. http://jefhcardoso.blogspot.com

Renata ♥ disse...

Só pra avisar que te indiquei no meu post do blog day, viu?! =D

Marcela Reinhardt disse...

caramba, o absurdo começa pelos R$150,00 cobrados! eu ia para casa e fazia a minha chapinha direto, sem pensar duas vezes!
mas depois destas cenas hilárias, que decisão tomasse? Fosse como pro casório?
Bjos!
http://marcelareinhardt.blogspot.com

Marcela Reinhardt disse...

p.s. meu colega deve ter achado que eu sou louca, pois ti mto do teu post!

Bárbara disse...

A pergunta que não quer calar, você foi com que penteado afinal? haha.
Eu quando vou ao salão já levo tudo, porque morro de medo destas cabelereiras doidas que tem por aí, vai saber que que elas resvolvem fazer no meu cabelo...

Mas eu acho que o penteado da Beyoncé iria arrasar, rs.
beijos.

Diego? Glommer? disse...

hahaha.

Essa encheção de saco custaria 150 contos ainda?
Isso também são os males dos padrões de beleza que afetam até as cabeleireiras que também entram no circuito, pois querem mostrar o que produzem para as suas colegas de profissão, mesmo que elas na prática nem vejam isso. Sei como é...
Mas fora isso também tem mesmo esse lance da intromissão. Todo mundo quer dizer o que é melhor pra vc, sem nem saber o que vc quer.

Beijos
!

mepagaumacoca disse...

Ai como assim?? Que falta de respeito é essa meu deus?
Puta que pariu hein, devia ter falado muito mais. hahah
E afinal, qual penteado tu usou?
Beijo.

Mandy' disse...

Ri horrores com o seu post! :)

Paulinha disse...

kkkkkk
adorei o seu blog
acho que vou passar mais vezes por aqui

Junkie Careta disse...

Eu passo 10 anos sem vir aqui e quando eu retorno tenho sempre que ser redundante? é foda!

É que vc tem esse talento de falar de suas pseudo-tragédias de uma forma tão divertida,que tenho crise de riso no meio da leitura do post!
Se isso não é talento minha amiga, eu não sei o que seja. Quando vai dar passos maiores baby?(seja lá o que isso signifique...)Não tá na hora de pensar em uns roteiros pra Tv?não sei não... A Fernanda Young já tá dando sinais de cansaço...Vc é imbatível no quesito "pseudo-tragédia femininas.

De qualquer modo,vim aqui tb pra te falar da volta do blog Junkie Careta, onde vc passava de vez em quando. Seu amigo retorna com o blog e te convida para dar uma checada quando tiver um tempinho e deixar o seu comentário inteligente. No post, falo sobre o ser mais maravilhoso da face da terra, segundo uma famosa publicação Inglesa e também endossada por esse anônimo blogueiro anônimo e metido a colunista cultural.

Grande abraço

Giardia disse...

Oiê,

A evolução da autoridade é muito boa... Nós, homens estamos dependentes e carentes da força da mulher....

Beijos :)

Akire Anitsirk disse...

Ainda bem que é a Beyonce e não a Amy Winehouse xD.
Para um salão que cobra esse valor por um penteado e make eles deviam ser melhores ne
.
.
.
Bjocas

Hoho'n disse...

Achei seu blog hoje, adorei!
Me dá Dove! HAHA
Mas é fogo esse lance de falta de respeito. Tudo está bem assim mesmo.
Super beijinhos :**

Postar um comentário

Fique a vontade para deixar sua opinião, mas seja civilizado.